Dicas de Currículos


Estágios

Assim como qualquer atividade, projeto ou empresa que você empreenda o foco nas necessidades do cliente é fundamental para o sucesso. O que um recrutador esta esperando ao receber um currículo de um candidato? Qual é a necessidade desse “cliente” ao qual você esta querendo vender-se como candidato ideal para estagiar nessa empresa?

Um recrutador normalmente recebe uma quantidade imensa de currículos para uma única oportunidade de estágio. Ele deve pré-selecionar um número limitado de candidatos para seguir no processo sem ao menos ver ou conversar com a pessoa, somente avaliando o currículo.

Nesse momento, o que o recrutador está buscando é que o candidato que tenha qualificações, experiências, habilidades, estudos e interesses relacionados com os requisitos da vaga. Portanto, se o currículo foi especificamente escrito para essa vaga, as suas chances de ser notado aumentam significativamente. É importante usar a mesma linguagem dos requerimentos e ser inteligente no momento de decidir o que escrever e como descrever suas experiências anteriores.

É essencial que o currículo seja claro e estruturado de uma maneira profissional. A linguagem dever ser direta, objetiva e prover as informações relevantes para o recrutador. Se por acaso você participou do congresso “Produtores de Leite do Vale do Aço” e esta buscando um estágio em Programação avalie bem se isso vai contar a favor o contra o seu objetivo. É muito fácil identificar quem esta querendo impressionar e quem esta querendo somente estender o currículo para parecer mais experiente. A história de que um currículo de mais de duas páginas é automaticamente descartado não é uma lenda.

Os tópicos padrões de um currículo, seriam informações pessoais, objetivo, educação, experiência profissional, habilidades (línguas, software e outras) e outras experiências relevantes (congressos, seminários, atividades voluntárias). Tudo isso formatado de uma maneira que o recrutador possa encontrar a informação facilmente. Depois de ler 100 currículos o recrutador não quer perder tempo de reler um documento para buscar as informações relevantes só por que o candidato inventou uma forma “criativa” de organizar o currículo. Um currículo e bem diferente de um folheto de propaganda.

Outro tema polêmico e se colocar foto ou não. Somente como referência, nos Estados Unidos é ilegal que o empregador exija foto dos candidatos. Mesmo que inconsciente a foto cria um preconceito, positivo ou negativo, do recrutador para com o candidato. Por mais que uma pessoa seja treinada a não julgar pela aparência isso é algo inato, querendo ou não você forma uma opinião previa que na maioria das vezes não é verdadeira. A SUGESTÃO É não arriscar e não colocar foto no currículo.

Mesmo que sejam elementos básicos é sempre importante mencionar que erros de ortografia e erros gramaticais são imperdoáveis. As informações pessoais devem ser completas e atualizadas, lembre-se de colocar diferentes opções para que o recrutador possa te contatar a qualquer momento. O que acontece se você perder o celular, a única opção de contato que está no seu currículo?

Para cada experiência profissional é importante descrever as atividades desempenhadas e responsabilidades assumidas de maneira simplificada, clara, direta e de preferência em tópicos. Se por acaso você esta buscando sua primeira experiência profissional uma boa estratégia seria colocar áreas de interesse e objetivos de aprendizado.

Lembre-se: um processo de seleção não define quem é melhor ou pior profissional, mas sim quem é o candidato mais adequado, num especifico momento, para assumir uma certa responsabilidade.

PARCEIROS


Rua XV de Novembro, 8040 - Centro
Cx. P. 474 - Guarapuava - Paraná -
Brasil
E-mail: dea@estagiosacig.com.br